Escoliose tem cura?

É bastante provável que você conheça algum amigo ou familiar que tenha a coluna relativamente torta. Não é tão incomum, volta e meia, encontrar alguém caminhando de uma maneira um pouco curvada na rua. Saiba que isso pode se tratar de escoliose, uma doença que tem cura.

O fato é que milhões de brasileiros convivem todos os dias com dores na coluna. Essa é uma condição que ao menos 80% das pessoas irão vivenciar em algum momento de suas vidas. Acontece que, em alguns casos, essas dores podem ser sintomas de algumas doenças – entre elas, a própria escoliose.

Essa é uma doença que atinge muitas pessoas no Brasil. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 6 milhões de brasileiros têm uma curvatura significativa da doença, que afeta justamente a posição da coluna vertebral e pode resultar em diversos problemas.

Neste artigo, você irá aprender um pouco mais sobre a escoliose e os fatores responsáveis por essa doença. Além disso, saberá quais são os diversos tratamentos indicados para pessoas que sofrem com essa condição e, também, se é possível ter uma boa recuperação.

Dito isso, pegue logo o seu caderno de anotações ou abra o bloco de notas do celular e venha conferir um pouco mais sobre esse assunto.

Antes de saber se escoliose tem cura, saiba o que é a doença

Antes mesmo de saber se a escoliose realmente tem cura, é importante que você saiba o que é essa doença. Primeiramente, você deve entender que a nossa coluna vertebral pode ficar desalinhada e se contorcer em seu próprio eixo, inclinando-se em um plano tridimensional: para frente, para trás ou para os lados.

Essa inclinação patológica da coluna é o que chamamos de escoliose. Diferente de outras doenças que atingem a coluna vertebral, como a própria hérnia de disco, esta não é principalmente caracterizada pelas fortes dores, mas sim pela aparência física – por conta da curvatura.

Além disso, vale ressaltar também que essa doença pode ser registrada em crianças desde os primeiros anos da infância. Acontece, ainda, da escoliose ser ainda mais comum em mulheres. Ou seja, a grande maioria das pessoas afetadas por essa condição são justamente do sexo feminino.

No entanto, é importante destacar que não existe apenas um tipo de escoliose. Muito pelo contrário, ao todo, existem cinco diferentes formas dessa doença, a qual pode ser causada por diversas ações diferentes – as quais serão explicadas nos próximos parágrafos.

Quais são os tipos de escoliose?

escoliose tem cura

Como já citado anteriormente, essa doença pode ter diversas origens, sendo causada por diferentes acontecimentos. Vale ainda ressaltar que, por mais que a coluna possa se inclinar para diferentes posições, na grande maioria das vezes o aspecto físico é bastante semelhante – mas isso não significa que diz respeito ao mesmo tipo de escoliose.

Sendo assim, confira logo quais são os tipos de escoliose existentes:

Escoliose congênita

A escoliose congênita é nada mais nada menos do que o tipo da doença que vem desde nascença. Dessa forma, ela se manifesta desde o nascimento da criança, por conta da divisão das vértebras ou, também, da má formação. Essa forma de escoliose é responsável por aproximadamente 10% dos casos totais.

Escoliose pós-traumática

Como o próprio nome já sugere, a escoliose pós-traumática é aquela que ocorre justamente após um evento. Nesse caso, costuma surgir por conta de doenças que atingem o tecido conjuntivo ou, também, anomalias em relação aos cromossomos do nosso corpo.

Escoliose neuromuscular

A escoliose neuromuscular é justamente aquela causada por doenças neurológicas. Você provavelmente já conheceu alguma criança ou adulto que teve poliomielite ou paralisia cerebral e, por isso, possui uma curvatura em sua coluna. Isso porque essas condições podem resultar na doença.

Escoliose idiopática

A escoliose idiopática é aquela que não se conhece o seu motivo de origem e, além de ser responsável por cerca de 80% dos casos, possui diferentes níveis. Essa forma da doença costuma ser dividida em quatro grupos: infantil, juvenil, adolescente e adultos.

Escoliose degenerativa do adulto

Há ainda a escoliose degenerativa do adulto, que ocorre quando há a degeneração dos discos que ficam localizados na coluna vertebral. Isso acontece, muitas vezes, por conta da própria idade do ser humano.

Mas afinal de contas, escoliose tem cura?

escoliose tem cura

Agora que você já conhece todos os tipos dessa doença, pode estar se perguntando: mas afinal de contas, a escoliose tem cura? Esse é um questionamento comum para pessoas que recém souberam ou foram diagnosticadas com a doença que, de fato, tem cura – ou pelo menos tratamento que induz a isso.

Isso porque ainda não existe nenhum tratamento específico para pessoas com escoliose, mas sim uma série de ações médicas que podem levar à cura dessa doença. Sendo assim, é verdade que a escoliose tem cura, mas, para isso, é preciso recorrer a tratamentos o quanto antes.

Vale lembrar que o diagnóstico de escoliose é bastante rápido e pode ocorrer de diversas formas. Raio x e exames de ressonância magnética, assim como uma avaliação postural, costumam ser o suficientes para definir se você sofre ou não da doença.

Já que a escoliose tem cura, como eu posso tratar?

Visto que a escoliose tem cura, quais são as formas de tratar essa doença? Em suma, o tratamento adequado vai depender do grau de curvatura da sua coluna vertebral. Por isso é extremamente importante que você procure por um médico ortopedista ou reumatologista para ter um diagnóstico.

Quando a curvatura da coluna é de até 30 graus, o tratamento mais indicado é através da Fisioterapia, com exercícios de RPG (Reeducação Postural Global). Essa é uma técnica utilizada justamente para corrigir a postura da coluna e restabelecê-la de maneira completamente adequada.

Outros exercícios indicados para pacientes cuja coluna possui curvatura de até 30 graus é o pilates, que precisa ser acompanhado e recomendado por um profissional médico. Já quando o grau de curvatura passa de 30 graus, além dos exercícios de fisioterapia, é preciso também utilizar coletes que ajudam a firmar a coluna.

Em casos mais graves, quando a curvatura da coluna vertebral é superior a 50 graus, o tratamento recomendado muitas vezes é o cirúrgico. Isso porque, sob essas condições, alguns órgãos vitais podem acabar sendo prejudicados.

Relevantes

Trabalhar com dropshipping para ganhar dinheiro vale a pena?

Se você está pensando em começar a trabalhar com o modelo de negócios de dropshipping,…

Saiba como ganhar dinheiro online com a Shopee

Recentemente, a plataforma de vendas shopee anunciou um programa inovador para gerar renda e como…

7 aplicativos para ganhar dinheiro assistindo a vídeos online

Se você está buscando uma maneira eficaz de ganhar dinheiro adicional na internet, existem aplicativos…

Ainda da para ganhar dinheiro com blog em 2023?

Bem-vindo a mais uma oportunidade de aprender como ganhar dinheiro online. Hoje, vamos mostrar-lhe uma…

Como ganhar dinheiro com marketing digital

Quer saber como você pode mudar de vida esse ano ainda? Então você está no…

Nós do site Coluna Saúde sempre recomendamos a busca por um especialista médico. Nosso intuito é apenas agregar informações.

© 2022 Coluna Tech – Todos os direitos reservados.