O que dores na lombar podem significar?

As dores na lombar, ou lombalgia, não significam exatamente uma doença. Isso porque ela pode acabar sendo desencadeada por inúmeros fatores. Então, entre esses fatores, estão as dores localizadas em outra área do corpo. Além disso, ela também pode ser definida como dor aguda ou dor crônica.

Na dor lombar aguda, a dor costuma ser intensa e aparecer após um esforço, desaparecendo em pouco tempo. Porém, ela também pode durar de 4 até 6 semanas, e é causada por um mau jeito na coluna. A dor piora ao fazer qualquer movimento, mas não será preciso ir atrás de tratamento.

Já na dor lombar crônica, pode acontecer de ela ser menos intensa, mas muito persistente, podendo durar uma vida inteira. Ela pode ocorrer em qualquer idade, mas é mais frequente acima de 50 anos. Essa dor costuma indicar um problema mais grave na coluna vertebral e requer tratamento médico.

Estima-se que 20% das pessoas que são afetadas por dores na lombar irão desenvolver a dor crônica após contrair um resfriado comum. Porém, independentemente se a dor for aguda ou crônica, os sintomas são diversos. Então, eles irão variar de acordo com o estilo de vida do paciente e dos problemas de saúde que podem estar causando esses sintomas. Os mais comuns incluem:

·        Sensação de queimação e choque;

·        Movimentos limitados;

·        Não conseguir ficar em pé por muito tempo;

·        Dor nas pernas;

·        Dor intensa ou aguda.

Sendo assim, se você apresenta algum desses sintomas, procure o auxílio de um médico especialista. Isso porque apenas ele vai te auxiliar a buscar tratamento. Identificar e tratar as dores nas costas é algo importante para a qualidade de vida.

O que causa dores lombar

Mesmo as dores na lombar possuindo causas diversas, é preciso entender quais são essas condições, para poder buscar tratamento.

Má postura

Sem sombra de dúvidas, a má postura é o principal fator que causa a dor lombar. Deitar de forma incorreta, sentar ou realizar qualquer outra atividade cotidiana pode ocasionar problemas na coluna. Portanto, é fácil entender o aumento da população jovem que possui dores na lombar. Isso porque os jovens costumam ficar horas na mesma postura, sentados em frente ao computador.

Deformidades e Degeneração

Com o passar dos anos, os discos da coluna vão perdendo a integridade, e acabam ficando deformados. Entretanto, eles são os responsáveis por manter a postura e permitir movimentos como flexão e alongamento. Portanto, as dores na lombar começam a aparecer

À medida que envelhecemos, eles ficam danificados e perdem suas capacidades. Então, em consequência disso, os movimentos ficam mais limitados e causam dor. Existem casos mais graves, como a hipertrofia, escoliose e a lordose, que também causam dores na lombar.

Idade

A idade é um fator inevitável. Isso porque, à medida que vamos envelhecendo, os ossos do disco, ligamentos e articulações ficam desgastados. Sendo assim, o corpo humano fica propenso a dor lombar. A partir dos 30 anos de idade, essas alterações começam a serem perceptíveis e passamos a sentir dor nas costas.

Distensão muscular

A distensão muscular é causada pelo uso excessivo e má postura no levantamento de pesos. Ela é frequente em quem faz exercícios físicos, tem má postura ao fazer agachamentos e faz movimentos muito bruscos. Apesar de ser dolorido, essa dor some em poucos dias, ou semanas, e não chega a ser uma dor incapacitante, sendo também possível de evitar.

Traumas

Os traumas, seja por queda ou acidentes, podem danificar os músculos, tendões e ligamentos, provocando dores na lombar. Traumas mais intensos podem danificar a coluna vertebral, provocando a ruptura e, em consequência disso, ocasionando hérnia de disco. Todos esses são fatores que contribuem para o surgimento de dor lombar.

Hérnia de disco

Atualmente, é a causa mais frequente de dores na lombar. A hérnia de disco ocorre quando a parede do disco não consegue segurar seu conteúdo, e acaba se rompendo. Isso ocasiona um deslocamento, e a compreensão dos nervos. Esse problema costuma ser bastante dolorido e afeta as pernas, virilha, nádegas, área próxima à bacia ou rins.

Osteofitose

Conhecida popularmente como bico de papagaio, a osteofitose é uma espécie de artrose que desgasta as articulações da coluna. Dessa forma, ela cria estruturas ósseas endurecidas, alongadas e parecidas com o bico de uma ave. Esse problema costuma causar instabilidade na coluna, ocasionando dores intensas ao pressionarem os nervos.

Radiculopatia

Quando um disco vertebral se rompe, ou se projeta para todos os lados, ele acaba pressionando o nervo e causando dor. Isso é conhecido como radiculopatia e também pode causar inflamação, formigamento, lesão de uma raiz nervosa e até amortecimento da região atingida. Ele também pode ocorrer em casos em que a pessoa possui estenose espinhal.

Ciática

O nervo ciático é um nervo grande e espesso que percorre o caminho dos glúteos até a perna. Então, quando esse nervo é comprimido, ocorre a dor em toda essa extensão. Em casos graves, pode levar ao amortecimento desse local, causar dores e fraqueza muscular.

Tratamentos para dores lombar

O tratamento para as dores na lombar costuma ser bem específico, e precisa ser avaliado em cada caso. Em casos raros e graves, como a hérnia de disco, o tratamento quase sempre consiste em intervenção cirúrgica. Porém, na maioria dos casos, os sintomas somem apenas com repouso e uso de medicações que aliviam os sintomas.

Então para tratar a dor lombar, inicialmente é indicado fazer repouso parcial, e colocar compressas quentes e frias na região. Além disso, também pode-se realizar massagem local, alongamentos, fisioterapia, fazer atividade física frequentemente e ter uma alimentação adequada.

Como prevenir a dor lombar

A dor lombar, apesar de não ser uma doença, mas sim um sintoma, pode ser prevenida. Independentemente da sua idade ou condição física, existe uma série de fatores que podem ser tomados para prevenir as dores. Então, confira a lista a seguir.  

·        Cuidar com o seu peso ideal;

·        Ter cuidado para não realizar atividades físicas, ou dormir, de mal jeito;

·        Não ficar deitado, ou em pé, por grandes períodos de tempo;

·        Praticar exercícios e alongamentos;

·        Usar menos salto alto;

·        Realizar pausas para esticar o corpo, caso trabalhe sentado;

·        Evitar dormir em colchão muito mole ou duro;

·        Procurar ingerir bastante cálcio;

·        Evitar o tabagismo;

·        Manter-se hidratado.

Como você pode acompanhar, as dores na lombar podem ser fortes, e significar muitas coisas diferentes. Entretanto, ao realizar os procedimentos de prevenção, será muito mais fácil evitar essas dores fortes e desconfortáveis.

Relevantes

Trabalhar com dropshipping para ganhar dinheiro vale a pena?

Se você está pensando em começar a trabalhar com o modelo de negócios de dropshipping,…

Saiba como ganhar dinheiro online com a Shopee

Recentemente, a plataforma de vendas shopee anunciou um programa inovador para gerar renda e como…

7 aplicativos para ganhar dinheiro assistindo a vídeos online

Se você está buscando uma maneira eficaz de ganhar dinheiro adicional na internet, existem aplicativos…

Ainda da para ganhar dinheiro com blog em 2023?

Bem-vindo a mais uma oportunidade de aprender como ganhar dinheiro online. Hoje, vamos mostrar-lhe uma…

Como ganhar dinheiro com marketing digital

Quer saber como você pode mudar de vida esse ano ainda? Então você está no…

Nós do site Coluna Saúde sempre recomendamos a busca por um especialista médico. Nosso intuito é apenas agregar informações.

© 2022 Coluna Tech – Todos os direitos reservados.