Qual a diferença entre hérnia de disco e bico de papagaio?

Atualmente, as dores nas costas são realidade para muitos brasileiros. Mas, muita gente não sabe a diferença entre diversas dessas patologias. Por exemplo, qual a diferença entre hérnia de disco e bico de papagaio? Confira neste texto.

Esse tipo de informação é importante, pois é visível que muitos cidadãos se queixam de dores nas costas. Porém, isso não ocorre apenas com os mais velhos, sendo presente também entre o público jovem. Sendo assim, é preciso saber como identificar essas dores, o que podem ser, e como tratar.

diferença entre hérnia de disco e bico de papagaio

Em geral, as dores acompanham mudanças no estilo de vida. Com isso, o paciente terá uma grande redução em seus movimentos e atividades. Assim, a qualidade de vida dessa pessoa será comprometida.

Quais as diferenças entre hérnia de disco e bico de papagaio

Hoje em dia, são diversas as patologias que podem atingir a coluna de alguém. Sendo assim, também existem muitas dúvidas que acompanham essas doenças. Porém, existem algumas que se destacam, seja por níveis de gravidade, ou ainda confusão nos termos.

Entre essas mais conhecidas, estão a hérnia de disco e o bico de papagaio, também chamado de osteofitose. Então, é preciso entender quais são as diferenças entre elas, bem como seus sintomas e tratamentos. Apenas assim será possível lidar com elas.

Hérnia de disco

A hérnia de disco aparece com maior frequência na região lombar, bem como na parte cervical da coluna. Isso porque essas áreas são mais expostas aos movimentos, além de suportarem maior carga.

Essa patologia tem origem mecânica, e atinge os discos da coluna, por isso o nome hérnia de disco. Assim, ela vai afetar a substância que fica dentro dos discos, conhecida como núcleo. Para fins de curiosidade, o núcleo conta com uma consistência semelhante ao creme dental.

Então, a hérnia de disco vai provocar o desgaste gradativo dos discos, fazendo com que o núcleo vaze para fora. Dessa forma, quando isso acontece, ele vai colidir contra os nervos da coluna, o que vai causar as dores conhecidas por quem sofre com essa patologia.

Entretanto, como os nervos da coluna lombar descem para as pernas, é comum que o paciente comece a sofrer com dores nelas. Os sintomas da hérnia de disco são diversos, e podem aparecer com variância em diferentes pessoas. Eles são:

·        Dor na região lombar;

·        Fisgadas nas costas;

·        Câimbras noturnas;

·        Irradiação para as pernas;

·        Formigamentos nas pernas;

·        Amortecimentos nos pés;

·        E, em muitos casos, o travamento da coluna.

Como você pode ver, são diversos os sintomas que podem acometer quem sofre de hérnia de disco. Além disso, ela é uma patologia considerada alarmante. Isso porque mais de 14% da população já possui hérnia de disco.

Porém, o tratamento é suave na maioria dos casos. Em geral, mais de 95% dos pacientes não necessitam de cirurgia. Isso porque eles contam com a absorção do disco após fisioterapia e tratamento clínico.

Bico de Papagaio

A doença mais confundida com a hérnia de disco é o bico de papagaio. Entretanto, o nome correto dessa patologia é osteofitose. Ela é um crescimento anormal dos ossos entre duas vértebras da sua coluna. Assim, o paciente enfrenta dores e limitações nos movimentos.

Ela pode atingir a coluna cervical, torácica e lombar, causando diferentes dores. O nome popular, bico de papagaio, vem da forma que o osteófito demonstra em raios-X, parecida com um bico de papagaio.

Atualmente, existem algumas teorias sobre o surgimento do bico de papagaio. Então, alguns especialistas entendem que a doença aparece por conta da desidratação do disco intervertebral.

Outros motivos para o aparecimento da osteofitose podem incluir a espondilose, por pré-disposição genética e a sobrecarga articular (como no caso de obesidade).

Também pode surgir devido a algum problema articular prévio (inflamação, fratura ou ruptura de ligamentos), ou em consequência de impactos sofridos na infância.

Porém, torna-se necessário entender que o bico de papagaio aparece, principalmente, por conta da postura incorreta ao longo de toda a vida. Com isso, passam a ocorrer lesões nas articulações vertebrais.

Assim, surgem os chamados osteófitos, que vão causar a desidratação dos discos intervertebrais. Dessa forma, as vértebras vão se aproximar, ao mesmo tempo em que comprimem a raiz nervosa. Então, surge a dor do bico de papagaio.

Tratamentos na diferença entre hérnia de disco e bico de papagaio

Mesmo sendo diferentes, ambas as doenças podem receber tratamentos cirúrgicos, ou mais simples. Entretanto, o tratamento cirúrgico apenas é recomendado em casos em que o paciente apresenta um quadro extremamente grave da patologia.

Em contrapartida, durante o tratamento conservador, são aplicadas práticas orientadas para o paciente. Além disso, são recomendadas as sessões regulares de fisioterapia. Em geral, esse tipo de tratamento conservador demonstra bons resultados.

Tratamentos para o bico de papagaio

Como você deve saber, a osteofitose não possui nenhuma cura. Entretanto, é possível que um ortopedista indique alguns tratamentos que vão aliviar a dor e o desconforto. Sendo assim, o paciente poderá utilizar analgésicos e anti-inflamatórios. Entre eles, é possível encontrar o famoso diclofenaco, que alivia os sintomas.

Outra forma de prevenir o bico de papagaio é a manutenção da postura correta. Assim, será possível evitar com que a doença piore. Em alguns casos, o médico também pode recomendar sessões de fisioterapia, ao menos 4 vezes por semana.

Porém, para os casos mais graves, será preciso recorrer ao procedimento cirúrgico. Isso ocorre quando o paciente demonstra desalinhamento na coluna, agravando muito mais a patologia e os sintomas.

Tratamentos para hérnia de disco

A principal diferença entre hérnia de disco e bico de papagaio, é que a hérnia de disco tem tratamento. Então, se ele for realizado corretamente, será possível eliminar os sintomas entre 1 e 3 meses. Porém, cada paciente vai reagir de uma forma ao tratamento. Assim, o período pode variar.

Mas, para que o tratamento obtenha sucesso, será preciso identificar exatamente o local da hérnia, bem como o tipo dela. A protrusão discal, o tipo mais comum, pode ser tratada com o uso de analgésicos e anti-inflamatórios receitados pelo profissional de saúde. Outros tratamentos incluem:

·        Sessões de fisioterapia com equipamentos, alongamentos e exercícios individualizados;

·        Osteopatia, que nada mais é do que estalar a coluna e realinhar todos os ossos e articulações;

·        Exercícios como RPG, hidroterapia e pilates, orientados por um fisioterapeuta.

Sendo assim, durante a realização do tratamento, o melhor é que o paciente fique longe de atividades que possam ter provado a patologia. Além disso, também é preciso evitar esforços físicos, bem como a prática de qualquer atividade física.

Relevantes

Trabalhar com dropshipping para ganhar dinheiro vale a pena?

Se você está pensando em começar a trabalhar com o modelo de negócios de dropshipping,…

Saiba como ganhar dinheiro online com a Shopee

Recentemente, a plataforma de vendas shopee anunciou um programa inovador para gerar renda e como…

7 aplicativos para ganhar dinheiro assistindo a vídeos online

Se você está buscando uma maneira eficaz de ganhar dinheiro adicional na internet, existem aplicativos…

Ainda da para ganhar dinheiro com blog em 2023?

Bem-vindo a mais uma oportunidade de aprender como ganhar dinheiro online. Hoje, vamos mostrar-lhe uma…

Como ganhar dinheiro com marketing digital

Quer saber como você pode mudar de vida esse ano ainda? Então você está no…

Nós do site Coluna Saúde sempre recomendamos a busca por um especialista médico. Nosso intuito é apenas agregar informações.

© 2022 Coluna Tech – Todos os direitos reservados.