Quando a hérnia de disco é grave?

Hérnia de disco é um deslocamento que ocorre na estrutura cartilaginosa da coluna, sendo chamada de disco intervertebral. Dessa maneira, uma hérnia de disco pode ter várias causas e também indicativos, podendo ocorrer com maior frequência em pessoas acima de 45 anos.

Vale ressaltar que a hérnia de disco é uma doença que não tem cura, ou seja, não pode ser revertida, somente tratada. Sendo assim, você pode estar imaginando que ela sempre é muito grave, entretanto isso não é uma afirmativa verdadeira.

hérnia de disco é grave`

Entre todos os casos de hérnia de disco, somente 10% deles devem ser tratados com cirurgia, que é o tratamento mais invasivo. Sendo que, normalmente a hérnia de disco é diagnosticada após dores intensas e que não cessam, seja na coluna cervical, lombar ou torácica.

Onde a hérnia de disco é mais comum?

A hérnia de disco na grande maioria dos casos é acometida na região da coluna lombar, sendo que para isso existem diversos motivos. Em segundo lugar, das regiões mais acometidas de hérnia de disco, se destaca a coluna cervical.

Sendo que, o principal motivo para o aparecimento nessas regiões é devido à grande amplitude de movimentos delas. Dessa forma, com a maior amplitude de movimento, quanto mais peso levantado, o risco de lesão aumenta gradativamente.

Contudo, as hérnias de disco podem acometer os pacientes de maneiras diferentes, sendo que pode aparecer em mais de um local. Sendo assim, uma hérnia de disco não tratada, pode resultar em outras, podendo ela ser causada no mesmo local ou não.

Alguns números importantes sobre hérnia de disco

Dentre alguns números importantes que se pode destacar sobre hérnia de disco, é que ela é a segunda maior causa de afastamento do trabalho. Sendo que, é ainda a terceira maior causa de aposentadoria precoce, afetando mais de 6 milhões de pessoas no Brasil.

Partindo para algumas porcentagens, 13% das consultas médicas no país envolvem algo relacionado a dores na coluna. Sendo que 15% das pessoas do mundo todo tem pelo menos uma hérnia de disco, acometendo 70% da população brasileira acima de 40 anos.

Por fim, 90% das hérnias de disco não precisam de tratamento cirúrgico, sendo tratadas normalmente com medicamentos e exercícios. Além de acometer normalmente pessoas com faixa etária entre 25 e 45 anos de idade.

Quais são os tipos de hérnia de disco existentes?

Agora que você já sabe onde as hérnias de disco aparecem normalmente, precisa entender mais sobre os tipos. Sendo que, um tipo normalmente serve como estágio para o próximo, se a hérnia de disco não for tratada da melhor maneira possível.

Protusa: o primeiro tipo de hérnia de disco é a protusa, onde o disco intervertebral se alarga, mas o líquido gelatinoso ainda está em seu centro. Dessa maneira, o que ocorre é que a base do disco fica mais larga do que o seu tamanho normal, podendo trazer dores e incapacidades.

Extrusa: o segundo tipo de hérnia de disco é a extrusa, que nesse caso afeta diretamente os discos intervertebrais, sendo uma condição ortopédica. Sendo assim, prejudica o funcionamento da coluna, que serve como um amortecedor de impactos.

Finalizando, esse segundo tipo de hérnia de disco causa o rompimento do anel fibroso e seu conteúdo sai por uma fissura. Dessa forma, ocorre uma perda de contato dos fragmentos extravasados com o seu meio interno, podendo esse tipo já ser bem doloroso.

Sequestrada: a hérnia de disco sequestrada é o terceiro e último tipo, sendo que essa rompe a parede do disco. Assim sendo, o líquido gelatinoso migra para o canal da medula, causando pressão na raiz nervosa e isso provoca inflamação e compressão contínua.

Depois de tudo que foi dito, esse terceiro tipo de hérnia de disco provoca muita dor, sendo que nesses casos a porcentagem de cirurgia aumenta.

Quando podemos dizer que a hérnia de disco é grave?

Isso irá depender muito do estado da hérnia de disco, ou seja, quanto mais cedo se diagnosticar, menos grave ela será. Dessa maneira, é sempre importante que a partir do momento que começar a sentir dores intensas e frequentes na coluna, procure um especialista.

Entretanto, existem vários casos de hérnia de disco que os pacientes não apresentam sintomas e descobrem a doença muito tardiamente. Sendo que, dessa maneira, as hérnias de disco podem ser mais graves do que o normal, pela demora no seu diagnóstico.

Outro ponto a ser observado para dizer se uma hérnia de disco é grave ou não é o nível de dor que o paciente sente. Pois, a partir das dores, se pode analisar o estado de compressão que ela está causando, verificando assim o nível de comprometimento da coluna.

Quais são os tratamentos de hérnia de disco?

Como dito anteriormente, existem vários tipos de tratamentos para a hérnia de disco, partindo de observação até cirurgia. Dessa maneira, confira abaixo os principais tratamentos de hérnia de disco existentes:

1.     Observação

O primeiro tipo de tratamento é somente a observação. Dessa forma, analisando como o paciente reage a essa doença. Sendo que, esse tratamento também pode ser conhecido como repouso, pois o paciente deve ficar de molho por alguns dias.

2.     Tratamento medicamentoso

Nesse tipo de tratamento o paciente recebe medicação para alívio de dores, podendo ser analgésicos, anti-inflamatórios e alguns outros. Dessa maneira, é sempre recomendado que nessa fase a pessoa evite exercícios e movimentos repetitivos que possam causar dor.

3.     Tratamento com exercícios

Tratar a hérnia de disco com exercícios é uma ótima estratégia para evitar futuras dores mais intensas, fortalecendo a musculatura. Assim sendo, é sempre válido ressaltar a importância de um fisioterapeuta ou profissional de educação física para acompanhamento.

4.     Infiltrações

Já as infiltrações visam à melhora precoce das dores e auxílio na reabilitação da fisioterapia, podendo agir em conjunto com os exercícios. Nesse tipo de tratamento, a aplicação das infiltrações é feita normalmente na coluna lombar, mesmo que a hérnia esteja em outro local.

5.     Tratamento cirúrgico

Por último, o tratamento cirúrgico, que é indicado em somente 10% dos casos de hérnia de disco, como já foi dito anteriormente. Entretanto, ele visa a descompressão da raiz nervosa, contudo é o mais arriscado de todos os tipos de tratamentos das hérnias.

Finalizando, sempre que sentir dores na coluna, seja na lombar, cervical ou torácica, procure um especialista nesse tipo de tratamento. Pois, em vários casos de dor, o indicativo pode ser uma hérnia de disco, podendo ela ser grave e causar vários problemas para o acometido.

Relevantes

Trabalhar com dropshipping para ganhar dinheiro vale a pena?

Se você está pensando em começar a trabalhar com o modelo de negócios de dropshipping,…

Saiba como ganhar dinheiro online com a Shopee

Recentemente, a plataforma de vendas shopee anunciou um programa inovador para gerar renda e como…

7 aplicativos para ganhar dinheiro assistindo a vídeos online

Se você está buscando uma maneira eficaz de ganhar dinheiro adicional na internet, existem aplicativos…

Ainda da para ganhar dinheiro com blog em 2023?

Bem-vindo a mais uma oportunidade de aprender como ganhar dinheiro online. Hoje, vamos mostrar-lhe uma…

Como ganhar dinheiro com marketing digital

Quer saber como você pode mudar de vida esse ano ainda? Então você está no…

Nós do site Coluna Saúde sempre recomendamos a busca por um especialista médico. Nosso intuito é apenas agregar informações.

© 2022 Coluna Tech – Todos os direitos reservados.