Tempo de afastamento por hérnia de disco

O afastamento do trabalho por hérnia de disco é algo bem recorrente, sendo essa a principal razão para deixar suas atividades profissionais. Contudo, 95% dos casos de hérnia de disco não são graves e normalmente não necessitam de cirurgias corretivas.

Entretanto, mais de 50% da população mundial sofre com dores nas costas, sendo a maioria dos casos, por hérnia de disco. Dessa maneira, o afastamento das atividades trabalhistas pode depender muito do caso específico do paciente.

afastamento por hérnia de disco

Por fim, muitas pessoas não sabem se a hérnia de disco permite o afastamento pelo INSS (Instituto Nacional de Segurança). Assim sendo, você irá aprender mais sobre hérnia de disco e a possibilidade de afastamento, aqui neste artigo.

O que é hérnia de disco?

Hérnia de disco é uma patologia que acomete a coluna vertebral, principalmente em sua região lombar e cervical. Pois, essas áreas são bem mais expostas ao movimento e acabam suportando mais carga, comparado a outras regiões. Afinal, são as regiões mais responsáveis por amortecer o impacto sofrido pela coluna.

Além disso, essa hérnia de disco na região lombar é mais comum entre a quarta e quinta vértebra, sendo elas L4 e L5. Já quando acomete a cervical, costuma aparecer entre a sexta e sétima vértebra, ou seja, C6 e C7.

Por fim, vale ressaltar ainda que as principais causas das hérnias de disco são o desgaste pelo tempo e genética, além de reforços diários e repetitivos.

Quais os principais sintomas da hérnia de disco?

Agora que você já sabe o que é hérnia de disco, precisa conhecer os principais sintomas que estão relacionados a essa patologia, sendo eles:

  • Dor na região da hérnia;
  • Fraqueza muscular nos membros inferiores;
  • Formigamento e dormência nos membros;
  • Alterações da sensibilidade na região da hérnia;
  • Dor irradiada para os membros;
  • Dificuldade de segurar a urina;
  • Limitação de alguns movimentos.

Aliás, esses sintomas podem aparecer aos poucos e também em conjunto, causando ainda mais dores e complicações. Por fim, podem surgir também alguns fatores de risco. O tempo de afastamento por hérnia de disco pode variar conforme os sintomas apresentados.

Quais os fatores de risco da hérnia de disco?

Como dito logo acima, os fatores de risco podem aparecer juntamente com alguns sintomas dessa patologia. Dessa maneira, você precisa saber quais são esses fatores que predispõem o surgimento da hérnia de disco, sendo eles:

  • Sobrepeso;
  • Hereditariedade;
  • Movimentos repetitivos;
  • Posturas erradas;
  • Envelhecimento;
  • Vida sedentária;
  • Jornada longa de trabalho em uma única posição;
  • Falta de fortalecimento adequado da musculatura abdominal.

Contudo, ter algum desses sintomas não garante que você terá hérnia de disco, porém, pode causar algumas complicações futuras.

Como é feito o tratamento da hérnia de disco?

O tratamento para hérnia de disco visa primeiramente retirar o paciente do quadro de dores agudas, pensando no bem-estar dele. Para isso, medicamentos analgésicos, anti-inflamatórios e até relaxantes musculares costumam ser prescritos pelos médicos.

Entretanto, quando os pacientes não consultam um médico, costumam fazer repouso para melhorar as dores nas costas. Porém, isso é totalmente contraindicado, já que o repouso causa alívio momentâneo e a dor costuma voltar muito mais forte depois.

Por fim, em último caso, quando nenhum dos tratamentos surtiram efeito na hérnia de disco, é indicada a intervenção cirúrgica. Contudo, mesmo após a cirurgia, algumas sessões de fisioterapia são indicadas para a recuperação dos movimentos do paciente.

Qual o tempo de afastamento por hérnia de disco?

Quando a hérnia de disco está causando muita dor e impedindo o funcionário de trabalhar, é recomendado um afastamento de 15 dias. Esse afastamento é concedido para trabalhadores com contrato de trabalho na CLT (Consolidação das Leis de Trabalho), sem prejuízos ao salário.

Além disso, o empregador pode solicitar ao funcionário uma consulta médica para diagnóstico e tratamento necessário para o alívio das dores. Pois, dependendo do trabalho realizado pelo funcionário, as dores podem retornar, assim que ele voltar para suas atividades.

Agora, caso o tempo de afastamento por hérnia de disco for maior que 15 dias, o trabalhador deve ser afastado pelo INSS. Nesse caso um perito médico analisará o caso para conceder ou até mesmo renovar o benefício denominado auxílio-doença.

Lembrando que o trabalhador tem direito ao auxílio-doença somente quando fica impossibilitado de trabalhar por mais de 15 dias consecutivos. Sendo esse, um benefício concedido única e exclusivamente pelo INSS.

Em adição, o trabalhador que for avaliado e constatado que não tem mais condições de retornar às atividades, pode solicitar a aposentadoria por invalidez.

Qual o valor do auxílio-doença do afastamento por hérnia de disco?

O cálculo do valor desse benefício teve uma alteração muito importante, não sendo mais a média salarial dos últimos 12 meses.

Sendo a média dos 80% maiores salários de contribuições desde julho de 1994 até a data que se solicita o benefício, para benefícios antes da reforma. Já para benefícios após a Reforma da Previdência, o valor é a média de 100% dos salários de contribuição.

Dessa maneira, são somados todos os salários e feita média deles, sendo que o valor não pode ser menor que um salário mínimo. Por fim, é interessante nesses casos procurar um advogado para se manter mais informado e atualizado no assunto.

Quem tem hérnia de disco pode se aposentar por invalidez?

A resposta é sim. Mas, não é tão simples, pois deve ser comprovado que a hérnia de disco impedirá a pessoa de trabalhar. Sendo que, em vários casos, será recomendado à pessoa trocar de função dentro da empresa, indo para uma função que ela possa realizar.

Para uma pessoa ser aposentada por invalidez, será necessária a comprovação de incapacidade total e permanente por causa da hérnia de disco. Para isso, serão analisados no mínimo sete pontos, sendo eles:

  1. Evolução da doença;
  2. Resposta ao tratamento indicado pelo médico;
  3. Função da pessoa dentro da empresa;
  4. Idade avançada;
  5. Possibilidade de recuperação;
  6. Estado psicológico da pessoa com a doença;
  7. Possibilidade de exercer outra função ou profissão compatível com a limitação.

Por fim, a resposta de cada um desses sete itens será importante para entender o quanto a pessoa está sofrendo com a doença. Dessa maneira, é sempre necessária uma boa conversa entre empregado e empregador, para melhor resolução do caso.

Enfim, o tempo de afastamento por hérnia de disco não é o mesmo para todos.

Relevantes

Trabalhar com dropshipping para ganhar dinheiro vale a pena?

Se você está pensando em começar a trabalhar com o modelo de negócios de dropshipping,…

Saiba como ganhar dinheiro online com a Shopee

Recentemente, a plataforma de vendas shopee anunciou um programa inovador para gerar renda e como…

7 aplicativos para ganhar dinheiro assistindo a vídeos online

Se você está buscando uma maneira eficaz de ganhar dinheiro adicional na internet, existem aplicativos…

Ainda da para ganhar dinheiro com blog em 2023?

Bem-vindo a mais uma oportunidade de aprender como ganhar dinheiro online. Hoje, vamos mostrar-lhe uma…

Como ganhar dinheiro com marketing digital

Quer saber como você pode mudar de vida esse ano ainda? Então você está no…

Nós do site Coluna Saúde sempre recomendamos a busca por um especialista médico. Nosso intuito é apenas agregar informações.

© 2022 Coluna Tech – Todos os direitos reservados.